Podcast CBN

A importância da Ciência para enfrentar o invisível, que se aproxima e justifica distância e cautela

09/04/2020

Mario Sergio Cortella comenta sobre o que não enxergamos a nossa volta, mas que pode nos atingir de forma danosa e até fatal. Ele afirma que a humanidade nem sempre teve consciência disso, mas a ciência avançou e passou a enxergar o invisível como objeto de estudo.

Neste tempo de quarentena, precisamos buscar informações claras e com quem sabe mais do que nós

08/04/2020

Mario Sergio Cortella ressalta a necessidade da clareza urgente para que seja possível trilhar o caminho sem tanta insegurança.

A gratidão aos artistas que ajudam a amenizar a dor da quarentena

07/04/2020

Mario Sergio lembra que a arte, música, filmes e teatro ajudam a diminuir as angústias e as preocupações. Ele ressalta a importância dos artistas que têm precariedade nas suas produções no dia a dia e em muitos momentos não tem muita relevância quando tudo está ?normal?.

As insanidades sobre o isolamento

06/04/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre o comportamento de quem acha que tem sanidade e que todos os outros são loucos. Ele ressalta que o pensamento diferente não faz a pessoa ser a única certa e com razão.

Em tempos de dor, damos mais importância às coisas simples

03/04/2020

Mario Sergio Cortella afirma que olhar o que nem sempre notamos, em momentos de sofrimento, nos faz ver o simples habitual. Essa simplicidade encanta e emociona.

As desgraças revelam o coração dos falsos amigos

02/04/2020

Mario Sergio Cortella fala que é na encrenca e na turbulência que sabemos quem é quem. Ele cita o escrito e poeta Pietro Metastasio que diz que como o fogo revela as massas impuras do ouro, as desgraças revelam o coração dos falsos amigos.

Em tempos de quarentena, precisamos aproveitar mais a arte, que é ?a mais bela das mentiras?

01/04/2020

Mario Sergio Cortella aproveita o dia da mentira para lembrar que a mentira bem humorada, combinada com uma brincadeira, pode nos alegrar. Ele afirma que a arte é uma invenção elevada e que a música,a literatura, o cinema e a TV podem ajudar a nos retirar e sossegar.

As lições que podemos tirar do confinamento

31/03/2020

Mario Sergio Cortella comenta que só agora no período de isolamento que temos a noção das coisas que nos fazem falta. Ele ressalta que o esforço é necessário para que as pessoas não deixem de olhar para o que faz falta e ao fim do isolamento possam voltar com outro olhar sobre a própria vida.

Pandemia deve nos fazer redobrar a cautela para aceitar ou recusar totalmente uma informação

30/03/2020

Mario Sergio Cortella cita o filósofo espanhol Baltasar Gracián que diz que aprovar tudo costuma ser ignorância, reprovar tudo costuma ser malícia.

O absurdo irracional da situação que estamos vivendo

27/03/2020

Mario Sergio Cortella fala do tempo em que a tranquilidade é perturbada, a serenidade sai de cena e começamos a ter agonias.