Podcast CBN

A importância e a insignificância de cada pessoa na multidão

13/11/2020

Mario Sergio Cortella destaca que é preciso lembrar que cada pessoa é uma entre milhões de outras e que, embora cada uma seja única, não pode haver nenhum tipo de arrogância a ponto de alguém achar que está acima dos demais.

Que presente você vai deixar para a humanidade?

12/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre partilha interior, a entrega essencial. Aquilo que faz parte do nosso ser e que a gente passa adiante como conhecimento, como afeto e como cuidado.

A falta de consenso pode levar à ruína

11/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre integridade necessária, a solidez ameaçada. Ele cita um trecho do Sermão do Santíssimo Sacramento, de Padre Antônio Vieira, para reforçar a reflexão sobre o tema.

Não espalhe e sempre desconfie do estão dizendo por aí

10/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre o ruído vazio, o indício simulado. Cortella diz que algumas pessoas usam a noção do ?estão dizendo por aí? como sendo a confirmação de um fato.

A tirania raramente precisa de pretexto

09/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre razão brutal, o argumento dispensável. Pessoas que vivem anunciando rupturas, fazendo ameaças e indicando situações em que haverá a quebra daquilo que é o ordenamento e a paz social dentro da busca de consenso.

Quando a tecnologia se torna tediosa...

06/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre tecnologia pretérita, o espanto tedioso. A tecnologia do passado já trazia algum tédio, imagina nesse momento em que tudo é delivery.

A autoridade deve ser respeitada e não temida

05/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre autoridade respeitada, a admiração essencial. O poder como liderança e não como mero comando é algo que marca a capacidade, inclusive, de ter uma autoridade que seja respeitada e não somente temida, obedecida.

Algumas religiões se colocam no caminho que acaba sendo destrutivo

04/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre religião dispensável, a fé limitante. Há muitas estruturas de religiosidade que formalizadas como religião acabam tendo uma forma dispensável de prática.

A nostalgia e suas contradições

03/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre nostalgia impossível, a lembrança desejada. Ele destaca o comportamento de pessoas com mais idade se referem ao momento de infância como sendo muito melhor e também muito difícil.

O tempo que temos coincide com a nossa vida

02/11/2020

Mario Sergio Cortella fala sobre providência adiada, a demora perigosa. Ele faz uma reflexão sobre a necessidade de não se procrastinar aquilo que tem que ser feito no tempo certo.